Mais de 70 anos de experiência na proteção e recuperação de superfícies

Histórico

A Sociedade Lisbonense de Metalização, S.A. (SLM), fundada em 1946, dedicou-se nos primeiros anos da sua história especialmente ao tratamento anti-corrosivo em obras de aproveitamento hidroeléctrico. Foi expandindo a sua actividade a outras àreas industriais e com espírito inovador introduziu em Portugal a tecnologia da metalização, marcando decisivamente o seu modelo de evolução.

No âmbito do tratamento de superfícies através da pintura industrial e dos revestimentos técnicos, mercê da organização e técnicas utilizadas, conseguiu concorrer com Empresas de grande relevo, desenvolvendo a sua actividade além fronteiras, tendo efectuado participado em projectos na Europa, Ásia, África e América do Sul.

De referir o facto de ter executado o revestimento com ligas especiais em Caldeiras de Centrais Nucleares e Plataformas “Off Shore”  em ambiente internacional.

A par de um crescimento constante e seguro, a SLM foi sucessivamente adoptando e desenvolvendo novas tecnologias de revestimento,  aplicadas a uma gama mais alargada de superfícies: metálicas, betão, pedra, alvenaria, madeira.

Esta mesma estratégia teve como resultado que o tratamento de superfícies tradicional (decapagem, metalizações diversas, pintura industrial e revestimentos técnicos) fosse complementado de forma igualmente qualificada com a reabilitação, recuperação de estruturas, assim como recuperação de componentes mecânicos em materiais e equipamentos, tanto nas nossas instalações Fabris como nas instalações do Cliente.

Nos últimos anos e de forma igualmente competente, passámos a prestar serviços no âmbito da: recuperação, reabilitação e restauro de património edificado nas suas diferentes vertentes:

  • estrutural (betão, aço-ferro, pedra, demolições);
  • suporte (alvenaria, revestimentos, isolamentos, impermeabilizações);
  • especialidades (electricidade, acessos, redes de extinção de incêndios, etc.).

Desenvolvemos a nossa actividade na recuperação de infra-estruturas e equipamentos industriais e urbanos, dispondo de Alvará de Empreiteiro Geral de Obras Públicas em várias categorias:

  • Alvará de Empreiteiro Geral de Obras Públicas desde 1967;
  • Alvará de Construção N.º 90, emitido pelo INCI.